Atendimento via chat
Atendimento via chat

De Cuba para o Brasil

Comunicador social cubano fala sobre cultura e história de seu país a alunos de Jornalismo


Alunos do curso de Jornalismo Fagoc com o palestrante cubano Yuniesky Cruz Nieves. Foto: Fausto Coimbra.

 

“O barco está seguro no porto. Mas não foi para isso que os barcos foram construídos”, essa frase do escritor, letrista e jornalista brasileiro Paulo Coelho foi um dos motivos que fez o comunicador social Yuniesky Cruz Nieves vir para o Brasil. O cubano, que há um ano vive em terras brasileiras, falou sobre seu país durante palestra para estudantes do curso de Jornalismo da Fagoc na segunda-feira (23).

 

Na oportunidade, os acadêmicos aprenderam sobre a revolução cubana, queda do regime socialista, costumes e curiosidades de Cuba. Ainda puderam questionar sobre assuntos como o papel da mulher, a causa LGBT e como os cubanos imaginam ser os brasileiros.

 

 

Yuniesky explicou que um pensamento comum em Cuba é que todos os brasileiros são ricos e que no Brasil só existem futebol, carnaval e o que as novelas retratam. Mas, que ao chegar aqui, se surpreendeu. “Encontrei algo muito mais valioso: pessoas”, revelou.

 

Ele contou também sobre a atuação dos jornalistas em sua nação e defendeu a importância da boa apuração de informações. “Um jornalista tem que pesquisar muito mais, para sua formação e para informação que passará”, frisa sobre a necessidade desse profissional ter que ouvir todos os pontos de vista possíveis.

 

 

 

Na foto, a aluna do oitavo período de Jornalismo da Fagoc Andreza Martins entregando um kit da instituição para o comunicador social Yuniesky Cruz Nieves.