Liga da Saúde: campanha "Chikungunya e o uso do repelente" será lançada em janeiro


No dia 13 de dezembro, o curso de Medicina da Fagoc marcou presença na reunião da Liga da Saúde que deu continuidade ao desenvolvimento da campanha: Chikungunya e o uso do repelente.

 

Da esquerda para direita: a Gerente Executiva da ADUBAR, Patrícia Costa Faraj; a Secretária da AMUR, Rosângela Dias de Oliveira Occhi; a Assessora de Comunicação da Prefeitura de Ubá, Ana Carolina Fernandes Guastucci; a Supervisora de Comunicação & Marketing da Medicina Fagoc, Janete Barros; a responsável pelos setores de Comunicação e Marketing da Unimed Ubá, Lessandra Caneschi Barletta.

 

O tema foi escolhido devido ao surto das doenças transmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti em Ubá nos últimos dois anos. O grupo optou por uma abordagem diferente das campanhas veiculadas pelos governos Federal e Estadual, que direcionaram as ações para a redução dos focos de água parada. A campanha promovida pela Liga da Saúde é voltada para a proteção individual com o uso do repelente. A divulgação das ações está prevista para a segunda quinzena de janeiro.  

 

 

A Liga da Saúde

 

A Liga da Saúde é uma parceria entre o curso de Medicina da Fagoc, a Unimed, a Associação Médica de Ubá e Região (Amur), a Agência de Desenvolvimento de Ubá e Região (Adubar), a Prefeitura Municipal de Ubá e o Intersind.

 

A Supervisora de Marketing da Medicina Fagoc, Janete Barros, explica que “o trabalho da Liga da Saúde consiste em ações de informação, conscientização, mobilização e prevenção”. A proposta é que o grupo defina e trabalhe um assunto por mês ligado à saúde e bem-estar da população. Quando houver oportunidade, também serão realizados eventos científicos de forma unificada.

 

“O objetivo é garantir e melhorar a qualidade de vida e a saúde dos ubaenses, que podem ajudar divulgando as campanhas, bem como participando das ações, mobilizações e eventos”, conclui Janete.