Curso de Medicina da Fagoc apoia I Seminário Regional de Doenças Transmitidas pelo Aedes


O curso de Medicina da Fagoc promoveu no dia 24 de novembro, na Câmara Municipal de Ubá, o I Seminário Regional de Doenças Transmitidas pelo Aedes. O evento foi realizado em parceria com a Prefeitura Municipal de Ubá, Secretaria Municipal de Saúde e SES/MG.
 

Os palestrantes convidados foram o subsecretário de vigilância e proteção à saúde da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES/MG) Rodrigo Fabiano do Carmo Said, que abordou a temática “Situação epidemiológica e perspectivas das doenças transmitidas pelo Aedes no Brasil e em Minas” e o Infectologista Dr. Dario Brock Ramalho que falou sobre “Protocolo da dor/manejo clínico”.

 

As professoras de Medicina da faculdade ubaense France Coelho e Maria Augusta Coutinho de Andrade Oliveira estiveram presentes representando o curso e falaram sobre a relevância de abordar o tema com os alunos em sala de aula.
 

“Nossos alunos recebem informações e orientações ao longo do curso - enquanto a sua formação profissional e também como cidadão - do alerta, da necessidade de controle da doença e da vigilância. Essa é a nossa proposta: formar profissionais e também cidadãos bem instruídos” disse France.

 


(Da esquerda para direita: O subsecretário do SES/MG Rodrigo Fabiano do Carmo Said, a Professora France Coelho, a Epidemiologista Dr. Dario Brock Ramalho e a Professora Maria Augusta Coutinho de Andrade Oliveira).

 

Rodrigo destaca a importância do empenho da gestão para alertar a população em relação às ações preparatórias no combate ao Aedes. “Não vai existir organização do serviço, não vai existir capacitação de profissionais se a gente não tiver uma gestão sensibilizada para organizar esses processos, criar estratégias impactantes e trazer um quantitativo enorme de pessoas como aconteceu aqui hoje”.   

 


Nova campanha de comunicação para controle e enfrentamento do Aedes, promovida pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG). 
 

O subsecretário da SES/MG Rodrigo fala sobre o atual quadro de alerta, a importância de se debater sobre o assunto e como a população e os profissionais da área da saúde podem contornar o problema dos surtos epidemiológicos. Já o Infectologista Dr. Dario ajuda a entender e diferenciar as doenças transmitidas pelo mosquito aedes egipty.

Confira nos vídeos abaixo…