Ex-aluna da Medicina UNIFAGOC é destaque com 28 classificações no concurso de residência médica PSU


Ex-aluna do curso de Medicina do UNIFAGOC Laryssa Mara Vieira Moreira

 

A médica formada pelo curso de Medicina do UNIFAGOC, doutora Laryssa Mara Vieira Moreira foi destaque no Processo Seletivo Unificado de Minas Gerais, considerado o maior concurso de residência médica do país em número de instituições participantes. A ex-aluna do Centro Universitário conquistou 28 classificações, dentre elas nove em primeiro lugar, sendo seis para Clínica Médica e três para Neurologia. 

 

A médica destaca que o resultado é fruto de muito estudo e disciplina durante a graduação. Ela ainda ressalta o amplo acesso ao maior hospital de Ubá oferecido durante o curso, além da qualificação e disponibilidade dos professores e demais funcionários.

 

A faculdade tem uma carga teórica grande. Então, durante esse período tive que conciliar provas semanais e TBLs (Aprendizagem Baseada em Equipes), com momentos dedicados à minha família.  No internato, realizei um curso preparatório para a residência que também contribuiu para as aprovações. A infraestrutura do UNIFAGOC está se aperfeiçoando. Tive a oportunidade de crescer junto da instituição. Hoje, temos laboratório de simulação realística, biblioteca equipada. Tenho muito orgulho de fazer parte dessa história. Apesar do esforço, a trajetória no UNIFAGOC foi incrível, nesse local fiz inúmeras amizades e conheci profissionais da saúde que marcaram minha vida, afirma Laryssa. 

 

Na imagem, o diretor do curso de Medicina do UNIFAGOC, doutor Filipe de Andrade, a ex aluna Laryssa Mara Vieira Moreira, o médico e professor doutor José de Alencar e o vice-reitor da instituição Leonardo Couto

 

A residência médica é uma modalidade de ensino em que os médicos são submetidos, após a graduação, sob uma forma de curso de especialização. Nos programas de residência, os profissionais exercem atividades em instituições de saúde como hospitais-escolas, sob a orientação de médicos especialistas.

 

“Para mim este resultado foi uma felicidade indescritível. Vi que toda dedicação valeu a pena. Entre as instituições que me classifiquei, me matriculei no Hospital Odilon Behrens e estou em excedente no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Minas Gerais. Escolhi essa instituição pública devido ao grande fluxo de pacientes e também por já ter um programa de residência bem consolidado”, declara a ex-aluna da Medicina UNIFAGOC.