Atendimento via chat
Atendimento via chat

O despertar de uma poetisa no curso de Psicologia


Se conhecer melhor, aprender caminhos para superar medos e desafios, estes são alguns dos aprendizados que se desenvolve no curso de Psicologia. Dentro do processo de autoconhecimento que o curso permite, muitas pessoas se reinventam, amadurecem dons, como no caso de Letícia Trevizano, que vem cada vez mais se afirmando como poetisa.

A estudante do 4º período de Psicologia da Fagoc escreveu sua primeira poesia ainda no ensino médio, mas só começou a mostrar seu trabalho na faculdade, por incentivo dos colegas e professores. "Minha poesia se tornou densa e visceral com os questionamentos que o curso provoca. Ela ficou mais madura e apresentável".

O incentivo de professores e amigos também foi a força que ela precisava para criar a página "Eu Lírico", onde escreve sobre temas como: política, religião e relações afetivas. "No início tive muita vergonha de mostrar para outras pessoas, porém como foi muito bem aceita, fico feliz com toda repercussão atual", relembra ao contar sobre o início da página.

A estudante também escreve para uma coluna do jornal Gazeta Redgjornal que é vendido mensalmente nas bancas de Ubá e região. Veja abaixo a poesia  "O cais e o caos" publicada no mês de novembro. 

Letícia ainda participou do curta "Não satisfaço", baseado em suas poesias. "Foi a realização de um sonho. Fiquei muito feliz de poder ver minha poesia se transformar em algo mais concreto", comemora ao falar da produção idealizada pelo professor Odirlei Costa.

Confira entrevista cedida por Letícia ao blog "Saiba com Val Massardi".